2.50(6)

As mulheres no movimento de Jesus – parte 2

Tópicos deste curso

29 Aulas

MODULO 01 – LEITURA POPULAR FEMINISTA DA BÍBLIA

Encontro 01- Leitura popular da Bíblia na perspectiva feminista00:00:00
Encontro 02 – Material de apoio
Encontro 03 – Os métodos00:00:00
Encontro 04 – Material de apoio
Encontro 05- Mulheres nas parábolas00:00:00
Encontro 06 – Material de apoio
Encontro 07- alegria, afeto, festa por achar o que chamamos de ‘perdido’00:00:00
Encontro 08 – Material de apoio
Encontro 0900:00:00
Encontro 10 – Material de apoio
Encontro 11 – TAREFA PARA CASA

MODULO 02

MÓDULO 03 – liberado a partir do dia 29/07/2021

Feedback do estudante

2.5

Total 6 Ratings

5
1 classificação
4
0 classificação
3
0 classificação
2
0 classificação
1
0 classificação

Mercedes muito obrigado pela oportunidade impar neste processo de partilha e formação. Pelo seu vigor, voz de fibra e tão suave de ouvir, por sua disposição, ânimo, confiança e dedicação nesta segunda etapa do curso as Mulheres no Movimento de Jesus. Na fé que nos move para construir um mundo de igualdades nas diferenças, com justiça e equidade, no bem ser, viver, fazer, agir, e servir. O Reino de Deus no Sim (vai se construindo na história) e no AINDA NÃO (pois não se confundi, ainda não materializou em nenhum modelo social, e permanentemente em construção.... abraço fraterno no amigo André Milani - Cebi SP

Curso maravilhoso. Método de leitura da Bíblia apresentado me dá uma nova perspectiva de entendimento para viver a minha fé em Cristo bem mais próxima da realidade e da justiça. A inclusão, o amor, as novas alternativas de compreensão da atuação das mulheres me enchem de entusiasmo e esperança. Obrigada Mercedes.

Mc 10,35-45 e Mt 20,20-28. A diferença que aparece nestes textos: Em Mc 10,35-45 , Tiago e João, filhos de Zebedeu, foram até Jesus e fizeram o pedido para se sentarem um a direita e o outro a esquerda de Jesus. Já em Mt 20,20-28, a mãe dos filhos de Zebedeu, aproximou-se de Jesus com seus filhos e fez o pedido, para que seus filhos se sentarem um a direita e o outro a esquerda de Jesus.

interessante é a condução dos filhos pela mãe em Mt comparado à Mc, pois a atitude dela em levar os filhos até Jesus é um ato de proteção, ação típica da maternidade.

Ler a Bíblia numa perspectiva feminista, é gratificante para nós mulheres, descobrir nos textos a presença de mulheres, muitas vezes sem nome é difícil, mas necessário, pois nos faz acreditar que um mundo melhor, mais inclusivo, de iguais é possível.
O método da hermenêutica feminista nos dá melhor clareza para que possamos suspeitar de afirmações ditas como verdades, mas que podem ser questionadas e reconstruídas ou seja desfazer o velho para construir o novo.
Quanto às tarefas: comparando Mc10,35-45 com MT 20,20-20 - vemos que são textos paralelos, mas com diferenças, posso citar uma que é bem visível aos meus olhos, em Mc não aparece a figura da mãe, são os discípulos que fazem o pedido direto a Jesus e em MT da mãe que pede pelos filhos. Porque será?
Em MT.16,14 me parece, não tenho certeza, que Jesus os questiona e os chama de incrédulos, sem fé, pois não acreditam no que disseram as mulheres, as primeiras a vê o ressuscitado. E em Lc 24,36-49 embora seja paralelo ao texto de Mc, o diálogo é diferente fala -se em dúvidas na cabeça, mas não fica claro se estão falando das mulheres.

Importante o método de ler a bíblia,na ótica feminista.Nos faz enxergar a presença feminina nas entrelinhas..Mas,precisamos trazer o texto para o contexto da comunidade.

R$49,90